Blog do Folhateen

Grupo de Apoio

 

Jogo da pedra

Lembra da famosa cena da pedra, em "Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida"?

Imagina se alguém fizesse um game com aquela ideia - sendo que você joga no papel da pedra!

Apresentamos "Guardian Rock"!

Escrito por Marco Aurélio às 19h41

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Oscar de animação

Saiu a lista de pré-candidatos ao Oscar de animação. Para os fãs de animê, a boa notícia é que "Ponyo" e "Astro Boy" estão na parada. Mas, em um ano com "Up! Altas Aventuras", "Era do Gelo 3" e "Coraline e o Mundo Secreto"... Vai ser uma disputa difícil.

Veja alguns dos filmes que estão no páreo:

 

Astro Boy

 

Tá Chovendo Hambúrguer

 

Coraline e o Mundo Secreto

 

Os Fantasmas de Scrooge

 

O Golfinho: A História de um Sonhador

 

O Fantástico Sr Raposo

 

Era do Gelo 3

 

Monstros Vs. Alienígenas

 

9 – A Salvação

 

Planeta 51

 

Gake no ue no Ponyo

 

Up – Altas Aventuras

Escrito por Diogo Bercito às 16h11

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Pigeon: Impossible

Pombos são uma praga, convenhamos. Essa animação muito benfeita traz um deles como protagonista: 

Para ver o making of, basta dar uma olhada no YouTube do diretor, Lucas Martell.

Escrito por Marco Aurélio às 15h44

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Castelo em LEGO

As informações a respeito da façanha são poucas. Não se sabe nome, idade ou nacionalidade do garoto. Mas fato é que o rapaz montou um Castelo Animado de LEGO, como aquele do filme de Hayao Miyazaki. E não é que ficou bem legal? As informações são do AnimePró.

Escrito por Diogo Bercito às 14h21

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Manu Chao volta ao Brasil

Manu Chao em Barcelona (Foto: Alberto Oliva/Efe)Manu Chao, o cantor/compositor/instrumentista ligado no 220v, vai voltar ao Brasil em dezembro (ele esteve por aqui em fevereiro passado), numa esticada de sua turnê argentina, que começa no fim deste mês.

Eis os shows:

08/12 - Salvador (Concha Acústica) - ingressos: R$ 25 (meia) a R$ 50
10/12 - Rio de Janeiro (Fundição Progresso) - ingressos: R$ 40 a R$ 50 (com 1kg de alimento)
12/12 - Fortaleza (Barraca Biruta) - ingressos: R$ 25 a R$ 45
Vai ser o primeiro show aberto dele em Fortaleza (onde ele tem um filho brasileiro); antes, ele tocou lá com o Mano Negra e num evento do MST

São Paulo não entrou na lista dessa vez, mas, segundo consta, há uma chance dele voltar à cidade em janeiro. Abaixo, um vídeo da última passagem dele por aqui:

 

Escrito por Marco Aurélio às 20h39

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Marvel, 70

Uns meses atrás, fizemos um chat com o Luke Ross, brasileiro que desenha pra Marvel, aproveitando o gancho dos 70 anos da editora (que também apareceu numa lista de aniversários marcantes de 2009 que fizemos no Folhateen).

Agora, Fernanda Mena, nossa colega repórter da Ilustrada, nos avisa de uma matéria que saiu no "Times Online", listando 70 fatos dos 70 anos da editora. Eis alguns dos mais interessantes:

  • "X-Men No 1", publicado em 1991, é o quadrinho mais vendido da história (quase 8 milhões de cópias)
  • Martin Goodman, criador e chefão da Marvel, achava que a ideia de um super-herói ligado a aranhas era péssima - os leitores detestavam aranhas, dizia ele. Obviamente, Stan Lee (e as vendas estratosféricas) mostrou que ele estava errado
  • Stan Lee, aliás, não era fraco, não:  virou editor-chefe da Marvel (então chamada Timely) em 1941, aos 18 anos. Ficou no cargo até 1972
  • Neil Tennant, metade do Pet Shop Boys, foi editor da Marvel no Reino Unido, entre 1975 e 1977; entre suas tarefas estavam a de "traduzir" o inglês americano para o britânico, quando necessário, e "moralizar" as roupas das heroínas, quando elas ficavam sensuais demais
  • A propósito, numa nota não relacionada, a Marvel também ficou famosa por abrigar o primeiro super-herói abertamente gay, o Estrela Polar (que saiu do armário no gibi "Alpha Flight" - a Tropa Alfa - número 106, em 1992)
  • Todo fã de Homem-Aranha já leu a célebre edição do casamento do herói com Mary Jane, publicada nos EUA em 1987; agora, você sabia que o troço teve uma versão ao vivo, no Shea Stadium, em Nova York, com Stan Lee como juiz de paz? Constrangimento puro, como você pode ver aqui
  • A galera que escrevia para a editora apontando erros nas edições (como quando Bruce Banner foi chamado de Bob) recebia o famoso "No-Prize" - um envelope vazio, que dizia, na frente, que o destinatário acabara de ganhar o "não prêmio" por sua contribuição
  • A recente participação de Barack Obama no gibi do Homem-Aranha ganhou muito destaque, como se esperava, mas ele não foi o primeiro presidente dos EUA a aparecer nas HQs: George W. Bush já deu as caras, assim como Jimmy Carter e, na aparição mais controversa de todas, Richard Nixon, como vilão.

Escrito por Marco Aurélio às 14h15

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

The Ting Tings: Autodeboche e glitter

White em ação no Planeta Terra (Adriano Vizoni/Folha Imagem)SILAS MARTÍ
DA REPORTAGEM LOCAL

Em 50 minutos, terminou rápido o show do duo britânico The Ting Tings no Planeta Terra, sábado passado. Tocaram todos os hits de seu primeiro álbum para uma plateia, teenagers em peso, que conhecia todas as letras. Enquanto no outro palco Iggy Pop e os Stooges faziam música, Katie White e Jules De Martino mal sabem tocar, mas nem era essa a proposta. Valia mais a presença, o look e a transposição da energia das pistas de dança para o palco.
 
Foi nas faixas menos conhecidas, e mais tranquilas, que a vocalista se soltou mais. Arriscou dancinhas epilépticas, menos coordenadas com a imagem da banda que aparece nos clipes no YouTube, mas nada descontrolado demais. Ela sabe, aliás, incorporar certo autodeboche à performance, na mesma linha que Beth Ditto, do Gossip, não perde o status de diva com seus quilos a mais. Katie White bateu tão forte num bumbo que ele caiu. Também tirou o sapato e ficou só de legging bicolor, para o deleite das garotas new rave na boca do palco.
 
Ao contrário do look indie que formava uma paisagem de camisas xadrez e óculos de aro grosso na plateia de Iggy Pop, The Ting Tings convocaram uma massa de estampas de oncinha, cores flúor e glitter tropical, numa espécie de versão anfetaminada de Olivia Newton John e suas roupinhas de ginástica. É o clima da banda _Katie White tinha luvinhas amarelas e uma saia de paetês que fazia par com os Adidas brilhantes nos pés de seu parceiro.
 
Na sonoridade, as faixas não diferem muito da versão gravada. Só "We Started Nothing" que ganhou um remix com retoques caribenhos, talvez influenciados pela passagem da banda por Ilhabela, no litoral paulista, horas antes do show. Perde um pouco nos vocais, mas ganham ares etéreos as batidas de fundo, espécie de versão 3D, ou com lasers, da música. White, aliás, trocou de guitarra cinco ou seis vezes durante o show, mas não parecia tocar muito. Era questão de estilo, cada hora uma cor.
 
Desafinou e engoliu uns versos durante "Shut Up and Let Me Go", uma das últimas canções do show, mas não saiu da sintonia estreita que estabelece com a plateia. Se o show começou sob forte chuva, acabou com o céu claro, sem garoa. Era a hora de chover purpurina.

Escrito por Tarso Araujo às 19h24

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

"Quando se fala em pop, todo o mundo pensa em salsicha"

O Ting Tings em ação no Planeta Terra (Adriano Vizoni/Folha Imagem)CHICO FELITTI
DA REPORTAGEM LOCAL

O nome deles não é "fing fings". A pronúncia certa de Ting Tings pende mais para o "t" do que para o som de "f", de "thing". Quem ensina é Katie White, 25, vocalista e guitarrista da dupla inglesa, famosa pelo hit pop "That’s not My Name".

Katie falou ao telefone com a Folha tiritando de frio, fumando um cigarro na rua em Berlim. Lá, grava o segundo CD de seu projeto com o baterista Jules de Martino, 34.

A dupla tocou no o Planeta Terra Festival, no sábado passado.

FOLHA - Onde você está?
KATIE WHITE - Estamos em Berlim há seis meses, gravando nosso novo álbum. Já temos algumas músicas de que gostamos. São muito criativas.

FOLHA - Por que Berlim?
WHITE - Não sei. Não foi por causa de estúdio e nem de produtor, que a gente grava e escreve sozinhos. Tocamos aqui umas duas vezes, achamos bacana e viemos. Temos de usar roupas de esqui o dia todo, e faz um frio da porra! A gente veio à procura de um lugar bem deprimente, onde só tem exposição de arte.

FOLHA - Lugares deprimentes geram músicas animadas?
WHITE - Sim! Ainda mais se eu quiser fazer umas músicas mais sombrias. Ouvimos muito funk e transformamos em uma coisa melancólica.

FOLHA - Melancólicos vocês?
WHITE - É. Eu acho que nosso primeiro álbum ["We Started Nothing" (2008)] também era um pouco triste, mas todo o mundo o achou tão feliz...

FOLHA - "Tucanaram" o nome do som de vocês de todas as maneiras possíveis. Como definir sua música?
WHITE - Fazemos pop. Mas quando se diz pop, todo o mundo pensa numa coisa manufaturada. Todo o mundo pensa em salsicha. A gente não faz isso. Pegamos pop bom dos anos de 1980, tipo Blondie, Depeche Mode, Discobitch, e se inspira, para uma coisa mais diferente.

FOLHA - Como é sua relação com a guitarra?
WHITE - Nunca fiz aulas de guitarras. Catei a guitarra do Jules e a quebrei uma série de vezes, antes de tocar. Mas ele gosta dos meus erros, porque eles dão uma gracinha "naif" à música. Todos os garotos que estão tocando guitarra trancados em seus quartos há dez anos devem me odiar. E eles estão certos. Tenho a chance por que eles sempre esperaram. (risos)

FOLHA - O que faz para se divertir?
WHITE - Eu gosto muito de andar de bicicleta. E vou à academia que nem louca, porque como muito hambúrguer e fumo demais.

FOLHA - São Paulo agora tem uma Lei Antifumo muito mais severa que antes. Quer parar?
WHITE - Ai, aí também?! No Japão, eles prendem as pessoas em "bolhas" pra fumar... Não dá! Não quero parar, por enquanto, e nem que me encham o saco...

 

Escrito por Tarso Araujo às 19h13

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Polêmica em festival

TARSO ARAUJO
DA REPORTAGEM LOCAL

As mudanças de local, horário e preços no festival Natura Nós About Us, anunciadas no fim de semana, já estão repercutindo negativamente na internet.

O evento, que aconteceria na pista de atletismo do parque Ibirapuera, dias 21 e 22 de novembro, foi transferido para a Chácara do Jóquei. Nesse mesmo local, na noite do dia 21, também acontece o show da banda Killers.

As principais queixas são de razão econômica. Quem pagou mais caro para ficar na pista, R$ 200, vai ter que dividir espaço com quem pagou R$ 120 para ir na arquibancada. A produção devolve o dinheiro de quem quiser, mas não a diferença de R$ 80 de quem pagou a mais pelo ingresso para a pista. O que tem gerado protestos (veja abaixo).

Além disso, o show do ídolo teen Jason Mraz (foto) foi diminuído em 15 minutos, o que também gerou protestos de fãs. O de Sting, que encerra a noite, foi mantido com 90 minutos.

Veja abaixo alguns comentários postados na comunidade Jason Mraz, do Orkut, no tópico de fórum "Show de Sp e mudança de lugar. Palhaçada".

A produção do evento, que também é responsável pelo show do Killers, alegou "questões operacionais" no comunicado oficial publicado no site do evento.

Repercussão

"Eu e minha amiga mandamos o um e-mail perguntando se havia possibilidade de reembolsar a diferença,afinal se eu comprei pista eu quero ter o privilégio pelo qual paguei eles responderam
QUE A NOSSA COMPRA ESTAVA CERTA E ESSE ERA O VALOR CORRETO
tá escrito idiota na minha testa?????????"

"Bom, acho que todo mundo ta indignado com a mudança de lugar do show do Mraz pra Chacara do Joquei, e principalmente praqueles que compraram pista ficarem no mesmo lugar de quem pagou arquibancada. 40 reais a menos na meia entrada, ou 80 reais na inteira. É um absurdo, jogamos dinheiro fora."

"eu acredito que isso também prejudique as pessoas. Foi uma mudança repentina e apenas 15 dias antes da data marcada. E é claro, a redução do tempo do show do Jason."

"o novo local é uma m.... da pista vc não ve nada !!! e se chover vamos todos afundar na lama, pq la é um barranco!!!
Quem foi ao show do radiohead sabe do que estou falando."

Escrito por Tarso Araujo às 13h29

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Blog do Folhateen O Blog do Folhateen é o espaço de interação da seção publicada no caderno "Ilustrada", às segundas-feiras, e escrito pelos jovens que fazem parte do grupo de apoio.
Twitter RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.