Blog do Folhateen

Grupo de Apoio

 

Segunda (23/11), no Folhateen



Baseado em família
Pais e filhos que fumam maconha juntos falam sobre o hábito; especialistas médicos e jurídicos comentam os riscos e a legalidade do caso

O barato e os prejuízos
Veja no infográfico o que acontece com o corpo de quem “dá um dois”

Mayra Dias Gomes
Fala sobre o caso de uma amiga que fuma maconha com o pai

Jairo Bouer
Na coluna Sexo & Saúde: fumo passivo de maconha faz mal?

Brilhante Lee
Formanda de curso de moda ganha elogios de profissionais gabaritados do mundo “fashion”. Nasce uma estrela?

Não é bolinho, não
“Cupcake”, bolinho individual com cobertura e confeito, vira moda no Brasil e jovens fazem sucesso com confeitarias especializadas. A matéria ainda traz duas receitas

Cavaleiros do Zodíaco (Made in Brazil)
Catarinense lança na rede animação caseira colaborativa baseada em seu animê predileto

Ronaldo Lemos
Fala sobre os perigos das enquetes que se responde no Facebook

Álvaro Pereira Júnior
Existe sucesso no showbiz sem sucesso ou carismo? Para o colunista, sim. E o Hot Chip é um exemplo vivo

Adão
Mostra um cartum com mania de grandeza

 

Escrito por Tarso Araujo às 21h18

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Lâmpada mágica

O interruptor flutua quando a lâmpada está acesa; quando está apagada, ele fica magneticamente "colado" nela. Vi aqui: http://www.constanceguisset.com/?page_id=35

Escrito por Marco Aurélio às 16h44

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Bullying Mata

A brasileira Rosimeiri Boxall, 19 (Reprodução)Duas jovens inglesas foram condenadas, ontem, na Inglaterra, pelo assassinato da brasileira Rosimeire Boxall, 19 (foto).

Rosimeire, adotada por um casal de pastores anglicanos, jogou-se de uma janela do terceiro andar em maio de 2008, pressionada pelo bullying de Kemi Ajose e Hatice Can, que na época tinham 17 e 13 anos, respectivamente.

A jovem estava na casa da amiga, Kemi, e brigou com Can por causa de um garoto. A partir daí, as duas se voltaram contra a brasileira.

Bêbadas de vodka, elas a xingaram, puxaram seu cabelo, deram-lhe tapas e socos e jogaram spray de cabelo em seu rosto.

A vítima então subiu na janela e perguntou: “Vocês querem que eu pule?”. No tribunal, cada acusada disse que a outra respondeu “sim”.

"Rose pulou para a morte da janela da casa de Kemi para escapar de um prolongado período de abuso físico e verbal”, disse o promotor Roger Smart.

Parte da cena foi filmada com celular por um vizinho e exibida no julgamento. Testemunhas ainda viram Can xingar a brasileira enquanto ela agonizava e ainda atirar o celular da vítima em cima dela.

Rosimeiri foi adotada no Rio de Janeiro pelo casal de missionários anglicanos Simon e Rachel Boxall, que a encontraram em um orfanato, depois que ela foi abandonada pela mãe alcoólatra.

Bob Meade, investigador responsável pelo caso disse à imprensa local, na saída do julgamento, que “o bullying não é nem normal nem aceitável. Esse caso evidencia até onde as vítimas de bullying podem ir para escapar daqueles que os atormentam – às vezes com consequências trágicas.”

A pena das duas será decidida em 15 de dezembro.

 

Escrito por Tarso Araujo às 16h28

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Saúde

Concurso para eleger o melhor espirro animal; voto no panda.

Escrito por Marco Aurélio às 16h46

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Atalho e fim do caminho

O crocodilo foi pegar um atalho, mas, sério, não deveria. Vejam como acabou

Escrito por Marco Aurélio às 16h38

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

B-boy Neguin disputa mundial

Nesta quarta-feira (18/11), o b-boy Fabiano Lopes, o Neguin, disputará um campeonato internacional de breakdance em Nova York, berço do hip hop, onde vai enfrentar feras como o francês Lilou.

Confira algumas fotos do dançarino e esse vídeo aí embaixo, do garoto mostrando sua habilidade.

Escrito por Tarso Araujo às 13h47

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Confira os shows de Jason Mraz no Brasil

Jason Mraz (Reprodução)21/11 - Curitiba - Festival Lupaluna

22/11 – São Paulo - Natura Nós About Us

24/11 – Porto Alegre - Pepsi On Stage 

26/11 – Rio de Janeiro - Vivo Rio

28/11 - Brasília - Marina Hall

19/11 - Belo Horizonte - Chevrolet Hall 

Escrito por Tarso Araujo às 13h02

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Muito pelo contrário

Por higiene ou por beleza, garotos cortam, raspam ou depilam os pelos da axila; veja como fazer

CHICO FELITTI
DA REPORTAGEM LOCAL

Giovani, 21, que tosa o sovaco com máquina pente zero (Foto Milena Nallin/Folha Imagem)Dia sim, dia não, Hélio Moraes, 21, faz a barba. Em seguida, aproveita o ensejo, a água quente, a lâmina e o gel dermatológico para escanhoar (raspar lisinho) a axila. “‘Cabelo’ no rosto e embaixo dos braços para mim é sujeira”, diz o aluno de educação física. A nudez ali também tem uma razão prática: ele nada e diz que “o enrosco na água diminui”.

A chave de braço é outra para Filinto Peloches, 16, que reclama dos nós “tranca-sovaco” que se formam ao longo do dia. “Aos 13, os pelos cresceram de um dia para o outro, tipo grama de chácara. Mas só me incomodam os do sovaco mesmo.” Para voltar à “impuberdade”, Filinto vai com a mãe ao salão de beleza uma vez por mês.

Lá, depila a axila com cera quente. Leva uns 15 minutos, diz, mas é um quarto de hora do pesadelo. “Não grito, porque só tem mulher ao redor.” 

Ainda assim, volta. Costuma ser assim, afirma Kamillo Chelles, que há 18 anos trabalha em uma clínica de estética só para homens, em SP, e viu a procura por serviços nas axilas crescer. “São poucos os que depilam. Metade dos que vêm aqui fazem com a máquina, no [pente] de um ou de dois [milímetros].” 

O designer Giovani Castelucci (foto acima), 21, vai logo na máquina zero. Com o aval da namorada, ele apara a axila mais frequentemente do que a barba. “O pelo dá a impressão de acumular suor. Incomoda.”  

Não é só impressão. Emerson Lima, presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia, explica que o pelo pode, sim, aumentar o cê-cê.

Como esquenta a região embaixo do braço, faz suar mais e cria um ambiente mais propício à proliferação de bactérias causadoras do futum.

“O pelo da axila não tem função nenhuma. Mas tirá-lo tem suas desvantagens”, diz Lima.

Mentira cabeluda
Entre os traumas, os mais comuns são cortes na pele, pelos encravados, ardor e coceira.

Há também o escurecimento da pele, que atormenta Julius Cezar, 22. Para manter a “clareira” limpa, ele usa um creme depilatório e precisa usar uma pomada clareadora na região. “Pelo menos o creme não faz o pelo engrossar, que nem barbeador”, consola-se Cezar.

A verdade é que nenhum método de tosa ou de depilação faz com que nasçam pelos mais encorpados ou voltem para se vingar em número dobrado. “Os pelos raspados com lâmina dão a impressão de grossura, porque sua ponta fica afiadinha”, diz a depiladora Rosa Val.

Nada de novidade para André Napoles, 16, que tesoura o sovaco desde os 13 e sabe a particularidade de cada método. Só não aprendeu ainda como lidar com a encheção que sofre de moleques no colégio. “Eles não sabem que as ‘minas’ gostam assim. Que fiquem achando bonito pelo pela manga da camiseta!”

 

 

Escrito por Equipe do Folhateen às 12h24

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Chapéu, voz e violão

Jason Mraz (Reprodução)TARSO ARAUJO
DA REPORTAGEM LOCAL


Nesta semana, Jason Mraz, do hit "I'm Yours", vem pela primeira vez ao Brasil. O norte-americano, que esta semana também lança mundialmente a coletânea ao vivo "Beautiful mess", em CD e DVD, vai fazer seis shows por aqui (veja roteiro).

Antes de embarcar para o país, ele conversou com a Folha sobre algumas histórias do passado, seu amor por chapéus e o sucesso que faz desde o lançamento de seu último álbum, "We sing. We dance. We steal things.".

E explicou como seu avô da República Tcheca pronuncia o nome complicado, que em inglês soa "emraz", com essa curva complicada entre o "m" e o "r" e a tônica no "e".

Ao falar sobre sustentabilidade, sobre ser cheerleader e sobre promoção de música, Jason mostrou ser um cara bem "pra frente". Veja só:

FOLHA - Como sua família tcheca pronuncia seu nome?
JASON MRAZ -
Eles dizem rrraaaz (alongando o “r” e o “a”). É um pouquinho diferente, sem o “m” da frente.

FOLHA – Porque você é vegan?
JASON - Não sei. Fiquei obcecado por isso. Assim como alguns gostam de chocolate sorvete de baunilha, eu de comida vegan.

FOLHA - Você sabe que vai tocar num festival sobre sustentabilidade?
Não, mas legal.

FOLHA - Por quê? Você se preocupa com sustentabilidade?
JASON - Veja, eu estou dirigindo e vejo lixo dos dois lados da pista. O mundo inteiro está virando um lixão. Todo o mundo deveria se preocupar e respeitar o ambiente, porque é obvio que estamos fazendo esse mundo inabitável.

FOLHA - Você faz sua parte?
JASON - Eu reciclo meus vidros, minhas garrafas d‘água, plástico e papel... E sempre penso em como economizar energia.

FOLHA - E recicla seus chapéus também? Você está sempre com um...
JASON - Sim, existem pessoas que gostam de usar chapéus. Eu sou uma dessas.

FOLHA - Quando começou isso?
JASON - Ah, eu lembro de usar chapéu quando tinha sete anos. Eu tive que levar uma carta dos pais para que pudesse usá-lo na escola, eu tinha uma permissão especial para isso.

Jason Mraz (Reprodução)FOLHA - Soube que na escola você também foi “cheerleader”. Como foi isso?
JASON - Era uma coisa nova, poucos caras faziam isso na época, e eu pensei: “que belo jeito de sair com várias garotas”.

FOLHA - Não te discriminaram?
JASON - É... um pouco. Você muda todo o paradigma.

FOLHA - E como sua vida mudou depois do sucesso de “I‘m Yours”?
JASON - Não acho que ela mudou muito. Minha vida ainda é minha vida. O que mudou foi minha agenda. Agora tem muito mais gente querendo falar comigo, são mais shows. E eu ando fazendo isso pelo mundo inteiro. Então mudou um pouco minha perspectiva em relação ao mundo. Essa é a única coisa diferente. Posso compartilhar minha experiência com diferentes culturas. Isso pode depois levar a uma mudança.

FOLHA - Você canta uma canção em espanhol, mas você fala espanhol?
JASON - Não... andei treinando duro para gravá-la.

FOLHA - E de português, pretende aprender algumas palavras?
JASON - Sim, pelo menos algo. Quando me convidam para um país tomo como um dever aprender o mínimo sobre a língua e a cultura do lugar porque gosto de trazer algo disso para o show.

FOLHA - Existe algo de especial que você queira fazer aqui?
Eu amo musica e amo comida, então adoraria conhecer algum som e a cozinha local.

FOLHA - Você conhece algum dos músicos brasileiros que vão tocar com você?
JASON - Não, não recebi ainda o programa.

FOLHA - Você já abriu para gente de estilos variados como Tracy Chapman, Alanis Morissette e Rolling Stones. Qual deles você prefere?
JASON - Ah, cada show é um show, é legal tocar com cada um deles.

FOLHA – Ok, mas qua deles gosta mais de ouvir no seu tempo livre? Qual seu estilo preferido?
JASON - Um bocado de instrumental, de rock, surf jazz, vários coisas de guitarra, algo de funk...

Jason Mraz (Reprodução)FOLHA - Coisas bem diferentes, como aliás são seus álbuns, você muda bastante de estilo de álbum para álbum.
JASON - Sim. Seu estilo se transforma naquilo que você enxerta das coisas que curte. Você incorpora qualquer gênero _hip hop, jazz, rock... _ e faz o seu próprio. Eu não coloco uma banda junto pensando: vamos tocar rock, ou vamos tocar jazz. As pessoas se conhecem, trabalham e no final você está construindo algo.

FOLHA - Você usa bastante a internet para se promover, com vários vídeos de shows. Muita gente acha que a troca de arquivos via internet atrapalha os músicos.
JASON - Acho que é tudo útil e quanto mais você compartilha, melhor. Não acho que as pessoas estejam roubando música. Elas gostam disso, como gostam da tecnologia.

FOLHA - Então não se preocupa com a pirataria?
JASON - Não me preocupo com isso. O mundo está evoluindo, a música se desenvolveu, a tecnologia se desenvolveu. Tudo é parte da evolução do homem.

FOLHA - Pirataria é parte da evolução do homem?
JASON - Acho que pirataria é um termo pejorativo.

FOLHA - Como você a definiria?
JASON - Eu colocaria de outra forma. Generosidade dos músicos.

FOLHA - Uma fã me pediu para lhe perguntar: você está com alguma namorada?
JASON - É... Eu tenho uma companhia maravilhosa na minha vida.

FOLHA - E é sério?
JASON - Espero que sim.

 

Escrito por Tarso Araujo às 12h21

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Manimal, o "transformers" do zoológico

Na seção "Só Baixando" dessa semana recomendamos Manimal, uma série do século passado, mais precisamente dos anos 80, que fez maior sucesso aqui no Brasil.

Apesar de ser uma antiguidade, os efeitos especiais não são tão ruins, como se pode ver nesse vídeo. Legal também é ver a cara de assustado do leão!

 

Escrito por Tarso Araujo às 11h59

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Segunda, no Folhateen

Lente da vaidade
Você se liga em autorretrato? Saiba o porquê de tanto amor-próprio, descubra que tem artista vendendo foto de si mesmo por uma grana e ainda aprenda com profissionais a ficar bem na auto-foto.

Liso, leve, solto
Tem garoto que prefere a axila lisa porque diz que é mais limpo. Ou depilam porque eles (e suas namoradas) acham mais bonito mesmo. Qual é o método ideal para se livrar do cê-cê?

Jason Mraz
O nome é difícil, mas você já deve ter escutado a melodia-chiclete "I'm Yours". O cantor vem ao Brasil e, antes de chegar, conta que foi "cheerleader".

Rodopio mundial
Finalista em competição de b-boys de todo o mundo, Neguin já rodopiou o planeta aos 19 anos.

Lorde Gaga
20 anos de idade, muito dinheiro para investir e uma vontade louca de ser popstar. Já ouviu falar do cantor Torino? Ouça antes no Folhateen.

Internets
Ronaldo Lemos fala sobre os "gadgets" que não têm nada de tecnológico. Mas como são bacanas.

Só a...
Jairo Bouer ainda tem que falar sobre "a cabecinha" e a gravidez. É que o povo pede!

Escrito por Equipe do Folhateen às 10h11

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Blog do Folhateen O Blog do Folhateen é o espaço de interação da seção publicada no caderno "Ilustrada", às segundas-feiras, e escrito pelos jovens que fazem parte do grupo de apoio.
Twitter RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.