Blog do Folhateen

Grupo de Apoio

 

A decepção do Planeta Terra Festival

Minha saga começou meses atrás, quando eu soube que ia ter The Strokes (uma das bandas da minha lista de shows para ver antes de morrer) no Planeta Terra Festival deste ano. Eu já estava alucinada por um ingresso, independente do resto do line-up.

Quando confirmaram The Vaccines e Beady Eye, fiquei ainda mais animada, mesmo não sendo fã das bandas. Doce ilusão. Eu estou entre os revoltados que não conseguiram ingresso para o festival, que acontece dia 5 de novembro, no Playcenter. Os três lotes de ingresso, que totalizavam 20 mil unidades, se esgotaram em 14h.

Como não moro em São Paulo, uma amiga minha (ainda mais doida pelos Strokes), se prontificou a ir comprar os ingressos. Faltou no cursinho, foi de manhã, chegou cedo na Fnac da Paulista. Ela garantiu o dela, mas, como àquela altura do campeonato já estava rodando o terceiro lote, o dinheiro que ela levou foi insuficiente para nós duas.

Fiquei infinitamente triste e frustrada, com as mãos abanando. Mais tarde ela acompanhou a peleja de uma outra amiga, que não conseguiu a entrada para o festival por uma distância de 15 pessoas na fila. As duas descreveram a experiência como “caos’’ e “loucura’’.

A página do Facebook do Planeta Terra Festival está atolada de xingamentos, a grande maioria dizendo respeito à falta de organização das vendas ou do pequeno espaço para o show que “lotaria o Morumbi’’, segundo alguns.

Eu mesma tentei comprar por telefone, mas depois de meia hora escutando uma música tétrica e uma atendente eletrônica dizendo “Todos os nossos atendentes estão ocupados, por favor aguarde’’, meu pai me pediu que desistisse pois ele estava pagando a ligação.

Com os absurdos cobrados pelos cambistas, já não tenho muita esperança de ir ao festival. É nessa hora que o fato de o evento ser em um parque de diversões me parece muito irônico. Diria Manuel Bandeira: “A única coisa a se fazer é tocar um tango argentino’’.

Mas pode deixar, Planeta Terra. Pode deixar que eu tenho certeza de que ainda verei meus ídolos, mesmo que vocês não queiram... Talvez no Coachella, em Leeds ou Glastonbury, tanto faz, desde que seja em algum lugar grande o suficiente para caber todo mundo que mereça estar lá. Vai chegar a minha vez, e só digo que será em grande estilo.

Por Julia Oliveira

Visite o site do Folhateen!

Escrito por Mayra Maldjian às 20h29

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

MTV Movie Awards 2011 – Resumo da noite

Tirando o Oscar, considero o MTV Movie Awards a melhor premiação de filmes; e sempre há um ritual para vê-lo: chego em casa, ligo a televisão (neste ano, liguei o computador), vou para a cozinha preparar a minha pipoca e o chocolate quente, e sento no sofá para apreciar o espetáculo composto por esquetes cômicas, roteiros (quase) decorados e shows de alta qualidade.

Este ano, em especial, houve essa mudança na rotina; a MTV Brasil decidiu transmitir o MMA 2011 com uma semana de atraso. Isso deve ter acontecido por causa do “acidente” ocorrido no ano passado com a gentil tradutora, que executou o seu trabalho corretamente, mas com um pequeno entrave em uma das novas categorias da premiação: “The Best Scared-As-Shit Movie”... Ela não queria usar palavras de baixo calão...

Depois de todo o processo de votação democrático, vamos para o início da premiação, que foi apresentada pelo comediante Jason Sudeikis. Começou com uma esquete muito divertida, misturando Justin Bieber com “Se Beber, Não Case”. Depois começa a premiação, que teve resultados já previstos pelo público, com aquela velha guerra mundial entre o Team Potter e o Team Twilight... Veja a lista de vencedores abaixo:

Melhor Filme
Eclipse

Melhor Atriz
Kristen Stewart (Eclipse)

Melhor Ator
Robert Pattinson (Eclipse)

Melhor Revelação

Chloë Grace Moretz (Kick-Ass – Quebrando Tudo)

Melhor Comediante
Emma Stone (A Mentira)

Melhor Fala de um Filme

Alexys Nycole Sanchez: “Eu quero me acabar em chocolate”, de Gente Grande

Melhor Vilão
Tom Felton (Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1)

Melhor Briga
Robert Pattinson x Bryce Dallas Howard e Xavier Samuel (Eclipse)

Melhor Beijo
Kristen Stewart e Robert Pattinson (Eclipse)

Melhor Momento de Cair o Queixo
Justin Bieber fazendo sua performance (Justin Bieber: Never Say Never)

Melhor Performance Assustadora
Ellen Page, A Origem

Personagem Mais Durão
Chloë Grace Moretz (Kick-Ass – Quebrando Tudo)
   
Além do excelentíssimo show do Foo Fighters, pudemos ver o melhor prêmio (na minha singela opinião) da noite: o Geração MTV; que homenageou Reese Witherspoon. Sem dúvidas, ela mereceu com muita honra aquele prêmio, após tantos filmes de qualidade, não havia artista melhor para ser homenageada

Perdeu a premiação? A MTV Brasil vai transmitir tudo de novo no próximo domingo, dia 12/06, quando se comemora o Dia dos Namorados. E nada melhor do que deixar uma prévia do vencedor do melhor beijo esquentando o clima... ;)

Por Lucas Marini

Escrito por Mayra Maldjian às 18h01

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A origem de “Cisne Negro”

Como boa fã da cultura nipônica, descobri esses dias que o filme “Cisne Negro”, vencedor do Oscar, foi baseado em um filme japonês! Sim, acredite! O diretor Darren Aronofsky comprou até os direitos autorais, para não sofrer processos mais tarde.

O filme que deu origem à essência do “Cisne Negro” é a animação japonesa “Perfect Blue”, de Yoshikazu Takeuchi. A história é um pouquinho diferente. Em vez de bailarina, a personagem principal é uma estrela da música pop que decide virar atriz.

A trama se desenrolar a partir dessa decisão. A menina tem seu psicológico posto à prova quando sua carreira começa a melhorar, e por ironia do destino, ela acaba como a principal de um filme de terror.

Em certas partes da história, não sabemos mais o que faz parte da vida dela ou do filme que ela estreia. E como todo bom filme de terror, há várias mortes inexplicáveis, que só ganham sentido no final. Ou não! E, vamos combinar, nenhum filme de terror japonês deixa a desejar.

A semelhança fica claramente visível quando a personagem japonesa entra em crise. Assim como Nina, Mima (até os nomes são parecidos) sofre a pressão da sua profissão. Mas, enquanto Nina está sozinha em sua loucura, Mima conta com o apoio de um fã louco que a quer de volta nos palcos musicais, infernizando sua vida e se mesclando junto aos delírios da menina.

Vale conferir!

Por Lívia Jurkowitsch

Visite o site do Folhateen!

Escrito por Mayra Maldjian às 11h39

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Escolhendo o curso certo

Maio foi um mês complicado para mim. Atrasos nas aulas do cursinho, filmes para ver, textos para escrever, peças para ir, estava atolado de coisas para fazer, como sempre. Mas então algo inesperado aconteceu: fiquei em dúvida entre o curso que eu queria fazer na faculdade, uma das piores coisas que pode ocorrer no ano de um vestibulando. E, então, ficou a dúvida: será mesmo que quero fazer cinema?

Agora que vocês sabem que pretendo me tornar um cineasta, o texto “Não à pirataria, sim à acessibilidade”, que escrevi recentemente aqui no blog parece fazer sentido. E foi então que o curso de “Publicidade e Propaganda” surgiu e ficou batucando na minha cabeça. “Será que não pode ser esse também?”, eu pensei.

Mas foi no dia 20 de maio que eu achei a resposta: fui à palestra do Carlos Saldanha, diretor do filme “Rio”, na Faap. Quando o cineasta demonstrou todo o processo de seu projeto com carinho, como se tudo aquilo fosse algo querido, eu senti na hora: é desse mundo que quero fazer parte.

Claro, nem todos tem a sorte grande. Como ele mesmo disse, ele estava no lugar certo na hora certa. Resta a nós, cineastas sonhadores, cruzar os dedos. Mas sem ficar parado. Saldanha ressaltou: o estúdio não vai até você, você que deve ir ao estúdio.

Ou seja, sem esforço não tem recompensa e isso vale para qualquer faculdade e trabalho. Então está mais do que na hora de encerrar esse texto e voltar aos estudos e a vida de cursinho.

Por Felipe Gonçalves Guimarães

Visite o site do Folhateen!

Escrito por Mayra Maldjian às 11h24

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Mostra "Hitchcock" no eixo Rio-São Paulo

Você é fã do Alfred Hitchcock e gostaria de ter a chance de ver seus filmes prediletos do cineasta na tela do cinema? Então prepare-se: seu sonho tornou-se realidade.

De 1º de junho a 14 de julho, no Rio de Janeiro, e do dia 15 de junho a 24 de Julho, em São Paulo, ocorrerá a mostra “Hitchcock”.

Para quem não conhece, o cineasta é lembrado até hoje por diversos clássicos do cinema, como “Os Pássaros”, “Psicose”, “Janela Indiscreta” e “Um Corpo que Cai”, entre outros.

Serão 59 longas-metragens, 127 episódios da série de TV “Hitchcock Apresenta” e mais três curtas, além de debates, exibição de filmes com som ao vivo e cursos. Em São Paulo haverá também um recorte com 20 longas no “CineSesc”, entre os dias 8 e 17 de Julho.

Para mais informações é só acessar o site da mostra: http://www.mostrahitchcock.com.br

Por Felipe Gonçalves Guimarães

Visite o site do Folhateen!

Escrito por Mayra Maldjian às 11h17

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Blog do Folhateen O Blog do Folhateen é o espaço de interação da seção publicada no caderno "Ilustrada", às segundas-feiras, e escrito pelos jovens que fazem parte do grupo de apoio.
Twitter RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.