Blog do Folhateen

Grupo de Apoio

 

Brigadeiro sem noção

Quem nunca roubou brigadeiro nas festinhas de criança, antes mesmo da hora do parabéns?

Então, crie vergonha na cara e faça você mesmo uma porção desses deliciosos docinhos (ou pelo menos uma tentativa deles...)!

Brigadeiro Sem Noção:
- 4 colheres de sopa de achocolatado em pó
- 2 colheres de sopa de margarina sem sal
- 1 lata de leite condensado

Preparação? Tente descobrir durante o vídeo aí embaixo!

ps.: A gente garante que ficou gostoso... rs


Por Lucas Marini e Nanda Carneiro

Escrito por Mayra Maldjian às 16h46

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

"Merda e ouro"

“(...) Sentir tudo de todas as maneiras,
Viver tudo de todos os lados,
Ser a mesma coisa de todos os modos possíveis ao mesmo tempo,
Realizar em si toda a humanidade de todos os momentos
Num só momento difuso, profuso, completo e longínquo.

Eu quero ser sempre aquilo com quem simpatizo,
Eu torno-me sempre, mais tarde ou mais cedo,
Aquilo com quem simpatizo, seja uma pedra ou uma ânsia,
Seja uma flor ou uma ideia abstrata,
Seja uma multidão ou um modo de compreender Deus.
E eu simpatizo com tudo, vivo de tudo em tudo.
São-me simpáticos os homens superiores porque são superiores,
E são-me simpáticos os homens inferiores porque são superiores também,
Porque ser inferior é diferente de ser superior,
E por isso é uma superioridade a certos momentos de visão. (...)’’

Do poema “Passagem das Horas’’, do heterônimo urbanoide Álvaro de Campos, extrai-se uma ideia preciosa: experimentemos de tudo. Essa ideia complementa-se com o conceito da antropofagia, que também sugere o amplo consumo de todo o material existente, com a adição do senso crítico.

Eu como de coxinha a couve de bruxelas. Aprendo com o novo e apreendo o que o velho diz. Eu assisto a “Harry Potter” e interesso-me pelo festival de cinema turco. Não preciso gostar de tudo, mas posso dizer que conheço. Se não conhecer, nunca poderei gostar. Isso, para mim, é tão óbvio, que me esqueço de que algumas pessoas desconhecem essa lógica.

A adolescência é uma fase turbulenta, durante a qual fazemos muitas escolhas. Os que possuem senso crítico (adquirido com o amplo consumo) modelam seu próprio caráter. Os que não o possuem, são moldados por aquilo o que os cerca. E quem não tem nem senso crítico, nem algo substancioso à sua volta, no futuro será... nada. Ou melhor, será desinteressante e chato.

Infelizmente, muitos adolescentes deglutem apenas o que está acessível, sem nem ao menos ter a curiosidade de procurar saber o que acontece fora do Facebook, do Twitter, da Malhação, da Capricho. É como disse Itamar Assumpção: “Porcaria na cultura, tanto bate até que fura’’. Quando surge uma opção diferente, menos macia, disforme, alienígena, logo é desprezada. E quem gosta ainda é vítima de chacota pelos aculturados.

Nunca é cedo ou tarde para alimentar a cabeça com coisas nutritivas. Vamos panfletar nossas diferenças mundo afora, porque ficar contemplando a apatia da nossa geração é o mesmo que assistir a um festival de besteiras inúteis. Careta, eu? Sou sim. Não tá vendo minha língua pra fora?

ps.: "Merda e ouro", o título do post, é o nome de um poema de Paulo Leminski.

Por Julia Oliveira

Visite o site do Folhateen

Escrito por Mayra Maldjian às 15h38

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

SuperHeavy: a nova banda de Mick Jagger

Há mais de um mês foi divulgada uma banda nova um tanto diferente. Diferente porque nenhum de seus integrantes está em começo de carreira. Pelo contrário, já são artistas consolidados. Um deles, em especial, tem mais experiência que os outros artistas juntos multiplicados por dez. É ninguém mais, ninguém menos que ele: Mick Jagger, o líder dos Rolling Stones.

Acrescente nesse grupo o som de Joss Stone, Damian Marley (filho de Bob Marley que já conquistou três Grammy), David Stewart (conhecido pelo seu trabalho nos “Eurythmics”), e A. R. Rahman (apontado pela “Time Magazine” como o maior compositor de trilha de filmes).

Não tardou para começarem todos os tipos de especulações: da estreia nos palcos ao estilo da banda. Os produtores temiam se os fãs de cada um desses artistas realmente abraçariam esse novo projeto. E eu, se a banda conseguiria criar uma identidade própria, afinal, rola uma mistura e tanto de estilos.

Bom, para matar a curiosidade, é só checar o primeiro clipe da banda, “Miracle Worker”, e tirar suas conclusões:



Será que pega?

Por Giulia Cardozo Fontes


Visite o site do Folhateen

Escrito por Mayra Maldjian às 18h00

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Prepare-se para “As Bruxas de Eastwick”

Embora tenha apenas 18 anos, André Torquato já foi escalado para fazer grandes musicais.

Em “Gypsy”, por exemplo, Torquato apresentava um solo de sapateado que é comentado até hoje pelos fãs do gênero. Agora, em “As Bruxas de Eastwick”, o ator volta ao palco para mais uma megaprodução e mais números de dança.

Realizado pela T4F e dirigido pelos “reis dos musicais” Charles Möeller e Claudio Botelho, a história da peça é baseada no livro e no filme homônimos.

Na história, três mulheres da pacata cidade de Eastwick estão entediadas com suas vidas. Porém, a chegada de um homem misterioso à cidade vai virar o mundo dessas mulheres de ponta cabeça!

Além da presença de Torquato, Ben Ludmer –-ator e mágico conhecido nos palcos pelos seus shows de stand-up comedy– e Maria Clara Gueiros fazem sua estreia nos musicais. Renata Ricci, Sabrina Korgut, Fafy Siqueira e Eduardo Galvão completam o elenco principal. 

Muito elogiado, “As Bruxas de Eastwick” é o trabalho de uma dupla já consagrada pelas suas performances anteriores, como em “Gypsy”, “A Noviça Rebelde”, “O Despertar da Primavera”, “Hair” e “Avenida Q”.

Vale a pena dar uma conferida nesse novo espetáculo que está em cartaz no Shopping Bourbon no Teatro Bradesco. Os ingressos custam entre R$ 10 a R$ 190.

Por Felipe Gonçalves Guimarães

Visite o site do Folhateen

Escrito por Mayra Maldjian às 15h30

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Os livros de Mary Hogan

Nas últimas férias me acabei de ler. Nada mais agradável para uma louca por livros do que poder ler todos aqueles títulos que foram esquecidos durante o semestre por conta da escola, dos estudos, da falta de tempo... É nessa época também que eu posso gastar hooooras na livraria pesquisando novos autores, sentindo cheiro de livro novo (juro que sinto!) e comparando as capas mais atraentes.

Foi nessa dita circunstância que conheci Mary Hogan, autora de livros para o público teen, especialmente o feminino. O estilo dela mistura o “clássico” de Meg Cabot com o “cômico” de Thalita Rebouças.

O humor em primeira pessoa é valorizado e as histórias comuns tratadas pela escritora são facilmente relacionadas com as experiências de muitas leitoras.

Dentre os títulos publicados por Mary Hogan, destacam-se “Um Beijo para Valer” e “Rosto Bonito”, mas em minha opinião, o melhor deles é... “Garota Perfeita”.

Ruthie Bayer é uma típica garota de 14 anos, moradora de Delaware e estudante de uma pacata escola da cidade. Mora com sua mãe, com quem não se dá muito bem e tem duas melhores amigas, Celeste e Frankie.

Tudo ia monotonamente bem até que a vida da menina fica de pernas pro ar. Jenna, uma “garota perfeita” acaba de entrar no colégio e despertar o interesse de todos os meninos, inclusive de Perry, vizinho e melhor amigo de Ruthie, por quem ela descobriu estar perdidamente apaixonada.

O que fazer nessa situação? Ruthie só consegue pensar em uma solução: pedir ajuda para sua Tia Marty, especialista em relacionamentos. A menina passa por uma completa transformação de vida e é obrigada a rever muitos conceitos. Ela, então, descobre que é preciso muito mais do que beleza e delicadeza para ser uma verdadeira deusa.

Quer saber como termina?

Fica minha dica para quem gosta de uma leitura leve e descontraída: o novo destaque da literatura juvenil, Mary Hogan.

Por Nanda Carneiro

Visite o site do Folhateen

Escrito por Mayra Maldjian às 17h26

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Blog do Folhateen O Blog do Folhateen é o espaço de interação da seção publicada no caderno "Ilustrada", às segundas-feiras, e escrito pelos jovens que fazem parte do grupo de apoio.
Twitter RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.